MENU
massa-canada

8 de junho de 2014 - 22:54Análises, Automobilismo

Acidente de corrida

A fogueira da inquisição se acendeu na Internet hoje, após o acidente entre Felipe Massa e Sergio Pérez na última volta do GP do Canadá. De um lado, uma turba sedenta de sangue acusando o piloto brasileiro de barbeiro, idiota, versão mal-acabada de Pastor Maldonado e daí para baixo. Do outro, defensores ferrenhos tentando provar de toda forma que Massa não teve culpa alguma, que Pérez jogou o carro para o lado, numa franca tentativa de assassinato. Tal qual Aristóteles, creio que a virtude está no caminho do meio. Foi um acidente de corrida, que não merece tamanha polêmica.

Por mais que os comissários canadenses tenham aplicado um gancho em Pérez, todos sabemos o quão polêmicas são essas decisões. Muitas vezes infundadas, mais baseadas em política do que numa análise fria dos fatos.

Abaixo, um gif que montei a partir do vídeo do helicóptero, que ajuda a ver mais claramente o que aconteceu.

massa-perez

Massa, no carro branco à esquerda, busca a ultrapassagem. Pérez, na defensiva, de fato abre um pouco para o mesmo lado. Porém, por ser este o lado da próxima curva, é uma trajetória natural e esperada para quem defende posição. E eis que Felipe, estranhamente, em vez de jogar mais para a esquerda, onde há bastante espaço e onde poderia apoiar-se na zebra interna para contornar a curva, faz um leve movimento no sentido contrário, à direita. Então, o choque é inevitável.

Minha conclusão? Metade da culpa para cada um. O mexicano buscou se defender e Massa fez uma análise errada da situação, indo em direção à Force India do adversário.

Acho, no fim das contas, que estamos todos muito ansiosos para julgar e condenar. Não há motivos para tanto.

Comentários do Facebook

comentários

22 comentários

  1. Tuta disse:

    Sem julgar? Mas aí não tem graça!

    Eu achei uma merda, mas depois achei legal, esses caras estão ali para fazer essas coisas, tentar ultrapassar, bater na última volta, danem-se os pontos, me senti vivo vendo aquilo.
    Saudades de você, Chapeuzinho!

  2. Anselmo Coyote disse:

    Também achei que o Massa merecia punição. Não acho mais. Muito menos o Pérez.

  3. Fernando Almino disse:

    Capelli, muito bacana ver sua análise real da situação, “COISA EXTREMAMENTE INCOMUM NOS BRASILEIROS”, domingo assistir na Globo com aquele narradores inventando histórias e narrando a corrindo de um só piloto, já é um trauma…. depois ver todos esses comentários é realmente pra desistir de assistir o seu esporte predileto… Sei que nosso “MASSA”, tantas vezes Campeão, tantas vezes poles, tantas vezes volta mais rápida é uma assumidade. Mas por favor né? Parabens….

  4. Avanti Alonso! disse:

    Vendo o gift inteiro, traçando linhas no meio dos carros e comparando com a linha branca da pista, Massa não teve culpa.

    http://dl.dropboxusercontent.com/u/14134662/massa_perez.gif

  5. André França disse:

    Outro Fator importante é a diferença de performance dos carros naquele momento da corrida. Será que o Perez não freou muito antes que o Massa esperava? O Perez freou pra atrapalhar ou porque seu carro tinha problemas de freio e/ou pneus gastos que o impediriam de frear mais “dentro” da curva?

  6. Eric disse:

    Massa não muda de posição, apenas acompanha a trajetoria da curva à direita. Observem na animação, a distância do carro dele para o limite interno da curva continua o mesmo, Perez é que guina à esquerda.

  7. Samucon disse:

    Muito arrojo e pouco sangue frio, ele estava no afã de pegar o Vetel que não avaliou corretamente os riscos da ultrapassagem… subestimou, o Peres já tinha um rendimento visivelmente menor do que o dele, não precisava ter arriscado tanto. Pior que essas falhas custam caro e o Botas vai capitalizar isso

  8. Sanzio disse:

    Num primeiro momento, visto pela câmera terrestre, me pareceu culpa do Massa. Vendo depois pela câmera aérea completa, não apenas esses dois quadros do gif, mudei de idéia. Poderia até pensar que foi acidente de corrida, não fosse o carro do Vettel à frente mostrando qual é a trajetória correta para a curva.
    A impressão que eu tenho é a de que Perez quis tentar dar o troco no Vettel, esquecendo que o Massa vinha por trás. Uma pena, pois os dois foram os nomes da corrida.

  9. Adrian disse:

    Acho que a analise está incorreta, pois Massa não puxou para a direita. A montagem dos .gif está errada. O acostamento da segunda foto está mais torto para a direita, por isso a impressão de que massa jogou para a direita.

  10. voulembrar disse:

    Li uma entrevista com um dos comissários e as vezes julgamos os comissários, mas não sabemos que eles tem muito mais informações do que a gente. Se olharmos apenas o momento que o Capeli colocou na foto, a tese dele se justifica. Mas só que antes disso (os comissários tem toda a sequência do helicóptero) o mexicano já tinha trocado de direção. Vinha defendendo pela esquerda, e puxou para direita. Felipe achou que ele não podia mudar mais a direção e ficou bem próximo do carro do Perez para fazer melhor a curva, que é meio fechada. Depois o mexicano puxou para esquerda novamente.

  11. Maico Rian disse:

    O certo Capelli, é como você falou. Se o Massa tomasse mais a linha de dentro e não ”guinasse” o carro para a direita, ele poderia deixar o carro espalhar pra cima do Pérez na entrada da curva, podendo completar a ultrapassagem. Creio que essa possibilidade era possível e poderia ser executada.

    O que acha?

  12. Gustavo Oliveira disse:

    Na minha opinião, acidente de corrida. Felipe estava abrindo mais o seu angulo de ataque da primeira curva e Perez estava justamente fechando o mesmo angulo com a intenção de fazer Massa ter que frear mais forte e perder velocidade na saída do esse.

    Agora, convenhamos, barbeiragem das boas! Dos dois, mas o brasileiro vinha atrás e tinha mais condições de ter evitado.

    Triste um ano que chegou a se desenhar como a redenção de Massa ter esse panorama.

  13. Rafael Chinini disse:

    também acho que está mais pra um acidente de corrida.
    Porém é fato que o Perez joga o carro pra esquerda, e porém é fato também que quem bate atrás tem culpa! =D
    o Massa não teve toda culpa, mas resumindo fez cagada no geral. e no momento que ele está isso não podia acontecer.

  14. Robson Leandro disse:

    A real é que esse acidente trouxe a questão: que piloto nós queremos? Precisamos decidir: o Massa acertou quando foi pra cima. Era a última volta, tinha que arriscar. Já dizia o Senna naquela entrevista em que praticamente jantou o Jackie Stwart quando perguntado se não se achava desleal por bater tanto em outros pilotos: “we are racers”. Se ele não ataca e termina a corrida em quinto, iam dizer que ele não passa ninguém, etc.

    Existe uma tremenda má vontade com ele. Desde o “faster than you” a pressão aumentou. Na rádio Bandeirantes, por exemplo, é impossível acompanhar as corridas tamanha a perseguição que o Odinei Edson pratica contra o Felipe. No final do ano todos clamavam pelo Massa na Lotus. Imagina se ele tivesse ido, Iam chamar de azarado, etc.

    Passou da hora de sacar que por enquanto não temos um Emerso, um Piquet ou um Senna. E aí decidimos: queremos um massa combativo ou um covarde? Depois de escolhido não poderemos reclamar.

    • Helton Oliveira disse:

      Concordo em genero numero e grau, se fosse o Alonso, ou o Hamilton, contra qualquer um, com certeza teriamos comentarios diferentes…

    • Orizon Jr disse:

      Grande Robson. Excelente comentário. concordo integralmente com seu ponto de vista. Também acredito que foi acidente de corrida. O brasileiro não aceita ter pilotos muito bons (Rubens, Massa…etc). Se não for gênio como Emerson, Nelson e Ayrton é logo chamado de ixão.

      O Massa é um ótimo piloto e torço muito por ele. Mas tenho consciência que dificilmente será campeão mundial. Tem habilidade e nível para, com um bom carro, visitar o pódio e até ganhar corridas. A chance de 2008 foi única e nào acredito que se repetirá.

      De toda forma foi uma corridaça e Massa andou muito bem. Deu azar no final. Ele e o Perez já estavam pendurados com seus carros. Quando se anda no limite qualquer deslize é mortal… foi o que aconteceu.

      Forte Abraço a todos

  15. Vitor disse:

    Eu vi o carro do Massa chicotear algumas vezes na disputa com Vetel, fiquei com a impressão que isso ocorreu no toque, o carro chicoteou para direita, talvez quando chamou no freio.

    • Sandro Marquess disse:

      Perfeita análise Capelli. Foi uma pena para o Massa, mas realmente é coisa que acontece em corrida.
      Também notei a mesma coisa que o Vitor comentou, quando vi o Massa balançando na hora pensei: Vai bater!

    • Capelli disse:

      Faz sentido, Vitor.

      • Antonio Seabra disse:

        Capelli, concordo com a tua opinião, e, talvez complementando o que disse o Vitor, ai acima, vou repetir o que postei no Blog do FG:

        “Aquela curva-reta pra direita é o ponto de inicio da freada para curva seguinte a esquerda. Vejam que o Massa “não vira a direita, ele dá uma GUINADA BRUSCA a direita. Mas essa guinada não vem de um movimento de volante…

        Sabem porque guinou ?

        1 – No Canada, em função das muitas retas e fortes freadas, deve-se usar um balanceamento dos freios de modo a ter os freios traseiros um pouco mais fortes do que o normal, afim de aliviar a temperatura dos freios dianteiros.
        2 – Aquela curva aberta a direita, vindo da reta, é o local onde se inicia a desaceleração e a freada para a curva mais fechada a esquerda.
        3 – O Massa tentou frear no limite pra tentar surpreender o Perez na freada, e perdeu ligeiramente a traseira sob ação dos freios ( lembrem-se: traseiros mais intensos), o que causou o efeito de uma guinada para a direita, levando-o de encontro da roda traseira do Perez.
        4- Mesmo o Perez tendo deixado o carro desviar ligeiramente pra esquerda, esse NÃO foi um movimento brusco, que pudesse pegar o Massa de surpresa.
        5 – Brusco, sim, foi o deslocamento do Massa a direta, ao demorar pra compensar a ligeira perda da traseira na freada.

        Olhando o replay por dentro do carro do Perez, dá pra ver que ele não fez nenhum movimento brusco de mudança de trajetoria.

        Essa é a minha visão do incidente, corroborando a opinião que tive durante a transmissão: erro do Massa. Ponto.

        Logo, punição injusta. Me surpreende a opinião desses comissários de corrida….
        Vejam, isso ainda vai dar muito pano pra manga, talvez até com cancelamento da punição. Bastaria analisar a telemetria pra confirmar, mas, infelizmente, não temos acesso esses dados.”

        Assim, penso que não deveria haver punições, mas debito uma parte maior da culpa ao Massa, pelo erro da freada.

        Antonio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>