MENU

27 de março de 2011 - 6:38Análises, Automobilismo

Webber e Massa, os pilotos-Tiririca

Foto: Mark Thompson/Getty Images

Depois do que protagonizaram no GP da Austrália, pode-se dizer que Mark Webber e Felipe Massa são os “pilotos-Tiririca”, em alusão ao maior bordão da campanha eleitoral de 2010: pior do que está, não fica.

Dispondo do mesmo carro do vencedor Sebastian Vettel e correndo em seu país natal, Webber não se encontrou em momento algum em todo o final de semana. Andando em um ritmo muito mais lento, sequer foi páreo para pilotos com carros inferiores, como Fernando Alonso e Vitaly Petrov. Teve um desgaste de pneus acentuado, que o obrigou a três pit stops. Na saída do terceiro pit, demonstrou afobação na perseguição a Alonso e chegou a sair da pista.

Cruzou a linha de chegada em quinto, parando logo o carro no acostamento. Talvez tenha sofrido algum problema mecânico que venhamos a descobrir mais tarde. De toda forma, o mau desempenho nos treinos também deixa uma pulga atrás da orelha: parece que o australiano acusou o golpe da derrota para Vettel no ano passado.

Assim como Felipe Massa, que desde a cessão de posição a Alonso no GP da Alemanha do ano passado não repete mais as boas atuações de outros tempos. Hoje, fez até uma excelente largada, saltando de oitavo para quinto. Defendeu com raça a posição dos ataques de Jenson Button, até o inglês cometer um erro e ultrapassar por um atalho na pista, o que lhe resultou numa punição com “drive through”.

Porém, apesar da dedicação e da habilidade na defesa de posição, era nítido que o ritmo de Felipe era muito ruim. Assim que Button passou, perdeu também a posição para Alonso e foi ficando para trás, cada vez mais para trás. Seu ritmo era tão pouco competitivo que Button, mesmo punido com uma passagem forçada pelos boxes com velocidade limitada, conseguiu alcançá-lo e ultrapassá-lo no final da corrida.

Fechando a prova num lamentável nono, fica o consolo de ter marcado a volta mais rápida. Entretanto, é um dado pouco importante, já que Felipe foi o piloto de carro de ponta a fazer o mais tardio pit stop, o que o deixou na pista mais leve e com pneus em melhor estado. Fez bela ultrapassagem sobre Sebastien Buemi, mas algo que deve ser considerado uma obrigação para quem pilota uma Ferrari.

O perceptível é que, tal qual Webber, Felipe errou demais no final de semana. Rodou, saiu da pista nos treinos, defendeu posição contra Button de forma agressiva (ainda que leal). Tudo isso aponta para um certo descontrole emocional, uma tentativa de ultrapassar os limites para conseguir um bom resultado. Até aqui, sem sucesso.

Ainda é cedo, o GP da Austrália foi apenas a primeira corrida de 19 da temporada. Mas os indícios são de que tanto Massa quanto Webber estão desestabilizados por terem companheiros de equipe campeões, difíceis de serem batidos.

Comentários do Facebook

comentários

5 comentários

  1. PJ disse:

    Sinceramente,nunca achei o Felipe Massa esse piloto todo que Mídia tenta passar.Ele teve a oportunidade dele.

  2. Caio Bonafe disse:

    Alguem tem que avisar o Massa que o acelerador e o pedal da direita.

  3. lucastex - f1 disse:

    Webber e Massa, os pilotos-Tiririca http://goo.gl/fb/QDAHN #análises #automobilismo #felipemassa #gpdaaustrália #markwebber

  4. Webber e Massa, os pilotos-Tiririca http://bit.ly/euVdLw #F1

  5. Dan disse:

    Produção em alta, eim Capelli !? Parabéns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>