MENU

22 de novembro de 2010 - 12:27Análises, Destaque, História, Vídeos

Bem-vinda, Pirelli!

Na semana que passou, as equipes de Fórmula 1 ficaram em Abu Dhabi para iniciar os testes de pneus visando a temporada 2010. A grande novidade é a troca do fornecedor de pneus: depois de 13 anos, sai de cena a Bridgestone para dar lugar à italiana Pirelli.

Não há como negar que ver um carro de F1 com pneus Pirelli traz à tona um certo saudosismo. O retorno da marca deve ser saudado, ainda que não aconteça da forma como se gostaria. Competição entre diferentes marcas é sempre mais divertido e traz uma variável a mais às corridas. Mas dessa vez não será assim: a Pirelli fornecerá pneus para todos os times, o que de certa forma impedirá que brote uma simpatia parecida com a dos anos 80.

Simpatia porque, durante sua participação entre 1984 e 1991, os pneus Pirelli eram adotados pelas equipes menores e, por causa de algumas zebras, ficaram conhecidos como “os que duravam mais”. Não que tal durabilidade fosse uma verdade absoluta, mas a fama se fez coerente durante o GP do México de 1986, quando a surpreendente Benetton de Gerhard Berger ganhou a corrida, dando um banho nos pneus Goodyear, que calçavam as principais equipes. O susto causado pela vitória de Berger foi tamanho que, para a decisão do título na Austrália, a concorrente resolveu ceder às equipes compostos ainda não suficientemente testados. O fiasco foi grande, Keke Rosberg e Nigel Mansell tiveram pneus estourados em plena corrida e o título caiu no colo de Alain Prost. Que, por sinal, já tinha sofrido um furo num pneu logo no começo da prova. Indiretamente, a Pirelli decidiu aquele campeonato.

Outro grande momento da Pirelli aconteceu no GP dos Estados Unidos de 1990, quando seus compostos se acertaram melhor ao circuito de rua de Phoenix, na abertura da temporada. O saldo disso foi um grid de largada completamente maluco, com uma Minardi na primeira fila, uma Dallara na segunda e – pasme – uma Osella na oitava colocação. Na corrida, o show ficou por conta de outra equipe calçada com Pirellis: a Tyrrell. Jean Alesi, que fazia apenas sua nona corrida de Fórmula 1, assumiu a ponta na largada e travou um duelo espetacular com Ayrton Senna no decorrer da prova. A bordo da poderosa McLaren, Senna acabou levando a vitória, mas Alesi chegou num brilhante e comemorado segundo lugar.

As poucas glórias da Pirelli neste seu segundo período na Fórmula 1 – o primeiro, nos anos 50, foi mais relevante, recheado de vitórias e títulos – estão, também, diretamente associadas ao Brasil. Das três vitórias conquistadas, duas foram de Nelson Piquet. A primeira, no GP da França de 1985. Por sinal, a última vez que uma Brabham chegou em primeiro. E, no GP do Canadá de 1991, a derradeira conquista de Piquet na F1. Nessa temporada, inclusive, a equipe Benetton tinha uma dupla de pilotos brasileira: Piquet e Moreno. Tal fato levou a Pirelli a fazer um belo comercial, comemorando o momento histórico.

Ao final daquela temporada, no entanto, os italianos deixaram a Fórmula 1. Mas, com os giros desse mundo no espaço sem fim – como diz a canção de Jimmy Fontana que ilustra a propaganda -, estão de volta 20 anos depois. O que, vindo de quem tem a sensibilidade de fazer um anúncio desses, é uma boa notícia.

Comentários do Facebook

comentários

53 comentários

  1. Eduardo disse:

    Previsões:
    - Massa vai ser humilhado por Alonso de novo e depois dessa temporada só vai sentar num cockpit vermelho de novo ser for da Virgin. Para o seu lugar Rosberg ou Kubica.
    - Burrens Barrica não vai ter seu contrato de projetista renovado na Williams e deve figurar pela Force India em 2012 com a mesma conversinha: ” Pela primeira vez em 18 anos terei chance de desenvolver um trabalho para ser campeão do mundo “. Seria uma boa oportunidade para o Kimi voltar na vaga do Barrica na Williams.
    - Chance pra o Senna e Di Grassi só como pilotos de testes.
    - A participação do Brasil na F1 se tornara cada vez mais inexpressiva… pois nem os podios escassos do Massa teremos.

  2. Marcius disse:

    Ae Capelli, voltou de vez? Esperamos que sim!
    Será que esses penus vão aquecer mais rápido e acabar com as desculpas do Massa?

  3. Julio Lima disse:

    Voltou só pra fazer um comercialzinho pra Pirelli. E sumiu de novo. Devem ter feito fiado e depois deram o cano.

  4. Deni Williams disse:

    Blog abandonado da porra!

  5. Thomas Turbando disse:

    Cara de pau mesmo, volta e ne avisa pq ficou fora!”Olha gente por motivo de doença..etc fiquei afastado daqui me desculpem voltarei aos poucos”
    Nem isso o Capelletti escreveu.
    Como disseram a blogs melhores o do Rianov é um melhor ler o Flavio Gomes se estressando com todo mundo, ao menos ele não abandona o barco.

    Viva o blog do patrese, trulli, de cesaris até que seja do yamamoto agora do travecapelli no way!

  6. Boer disse:

    Nossa pensei que esse cara tivesse empirulitado… rs…

  7. Thiago Pereira disse:

    Quando li o título do post pensei ter lido “Depois de 20 anos Capelli volta a postar”. Bem vindo de volta e parabéns pela “vaga”.

  8. Bem vindo de volta Capelli! Some não cara!

  9. Bruno disse:

    já sumiu denovo, anda mais omisso que o Lucio Flavio nos jogos do Botafogo, hein Capelli ?

    aliás, Grêmio x Botafogo daqui a pouco, vc vai ter bastante oportuniade pra confirmar o que eu falei ;)

  10. Nikolas Spagnol disse:

    Caramba, adorava esse comercial da Pirelli. Belíssimo filme com belíssima música. O defeito é que nem parece um comercial.

    Como foi dito antes, o sucesso da Pirelli entre 89 e 91 era quase sempre na qualificação, onde equipes pequenas como Minardi e Dallara/Scuderia Italia (não por acaso, italianas como a Pirelli) conseguiam se destacar com carros bem inferiores. Na corrida, a história era outra! Lembrando que nesta época, as equipes usavam compostos especiais para qualificação que duravam praticamente só 1 volta rápida, e por isso não eram usados em corridas.

    A única outra equipe estrangeira (isto é, que não a Copersucar/Fittipaldi) a empregar 2 pilotos brasileiros ao mesmo tempo foi a Forti-Corse em 95, mas aí ela era ítalo-brasileira.

  11. Ziggy-jp disse:

    Grande Capelli.
    Finalmente voltou!
    Descobri por acaso num outro blog que acesso.
    Um abraço!

  12. Wesley disse:

    Perdeu credibilidade. Sumiu e voltou e nem deu satisfação.

  13. pezzolo disse:

    ótima volta! sempre bom movimentar a blogsfera!

  14. Alf disse:

    Após 5 meses e 52 dias, finalmente o Blog do Capelli retornou.

    Esta, definitivamente, é “a volta dos que não foram”!

    Bom regresso à ativa, “Mr. Capellete” !

  15. Eduardo Casola Filho disse:

    Muito bom este comercial. Espero que volte para ficar, tanto a Pirelli, como tu, Capelli!

  16. Bruno disse:

    Capelli voltou *–*

  17. RenanCL disse:

    Bem-vindo, Capelli.

  18. Ricardo Silva disse:

    Eu decidir vir aqui no seu blog hoje, porque eu via os links nos blogs do Flavio Gomes e do Victor Martins e me perguntava: Se os links ainda estão lá então o Blog não morreu. Aí percebi mais uma coisa, se os comentários dos leitores continuam sendo publicados é porque tem alguém fazendo a moderação dos comentários. Então eu decidi passar aqui para tentar saber o que está acontecendo. Já que o nosso querido Blog estava fora do ar.
    Os jornalistas buscam a informação para reportar a realidade. Jornalista Capelli o público pode saber sobre a realidade do seu blog?
    Obrigado pelo post, minha visita não foi em vão.

  19. João O. disse:

    Grande Capelli!
    Juro que li a seguinte chamada:

    “Depois de 20 anos, o piloto italiano está de volta ao blog.”

    (…)

  20. samu disse:

    oh o capelo voltou,o capello voltou,oh capelo voltou oh dalhe dindo capello te que fim cm vi nos comentarios

  21. Alejjandro disse:

    Você é um cara-de-pau, Capelli!

    Seu post deveria começar assim: “Depois de 20 anos, assim como a marca italiana de pneus está de volta à Fórmula 1, eu estou de volta ao blog.”

    :P

    Seja bem-vindo de volta! E vê se não some mais, gremista duma figa! :D

    Abraço!

  22. Harerton disse:

    “Eu voltei… voltei para ficar… porque aqui… aqui é meu lugar…”

    Bem vindo…

    [ ]‘s

    Harerton

  23. Como diria o Exterminador do Futuro: I’m back. Bom retorno.
    A Rádio GP, volta também?

    Um abraço.

    Vanderlei

  24. Como diria o Exterminador do Futuro: I’m back. Bom retorno. Volta a Rádio GP também?

    Um abraço.

    Vanderlei

  25. marcos disse:

    capelli ressucitou! :p

    bem vindo de volta, vc e a Pirelli,né?abraços

  26. Grünwald disse:

    Welcome back, meu caro! Também estou reativando o meu, aos poucos, e é bom saber que estás de volta também.

    Abraços!

  27. Rafael Dias disse:

    Coisa boa, post do novo Capelli MT @ivancapelli: Acredite ou não, o Blog está de volta. O retorno da Pirelli é o tema. http://bit.ly/boeJag

  28. Rafael Dias disse:

    Cosia boa, post do novo Capelli MT @ivancapelli: Acredite ou não, o Blog está de volta. O retorno da Pirelli é o tema. http://bit.ly/boeJag

  29. Tirem as crianças da sala! RT @ivancapelli: O Blog do Capelli está de volta. O retorno da Pirelli é o tema. http://bit.ly/boeJag

  30. lucastex - f1 disse:

    Bem-vinda, #Pirelli! http://goo.gl/fb/FRU4O #análises #destaque #história #vídeos #ayrtonsenna #benetton #gerhardberger #jeanalesi #mclaren

  31. Andre Luiz disse:

    Até que enfim hein? RT @ivancapelli Acredite ou não, o Blog do Capelli está de volta. O retorno da Pirelli é o tema. http://bit.ly/boeJag

  32. Edson Framil disse:

    RT @ivancapelli: Acredite ou não, o Blog do Capelli está de volta. O retorno da Pirelli é o tema. http://bit.ly/boeJag

  33. Leonardo de souza disse:

    Bem-Vindo,Capelli!
    Depois de 20 anos, o Blog do Capelli está de volta à ativa.
    kkkkkkkk

  34. Speedblog disse:

    RT @lcrez: RT @ivancapelli: Acredite ou não, o Blog do Capelli está de volta. O retorno da Pirelli é o tema. http://bit.ly/boeJag

  35. Ah, não… RT @ivancapelli: Acredite ou não, o Blog do Capelli está de volta. O retorno da Pirelli é o tema. http://bit.ly/boeJag

  36. Até que enfim hehe RT @ivancapelli: Acredite ou não, o Blog do Capelli está de volta. O retorno da Pirelli é o tema. http://bit.ly/boeJag

  37. Leo Rezende disse:

    RT @ivancapelli: Acredite ou não, o Blog do Capelli está de volta. O retorno da Pirelli é o tema. http://bit.ly/boeJag

  38. Ale Rocha disse:

    Leiam! RT @ivancapelli Acredite ou não, o Blog do Capelli está de volta. O retorno da Pirelli é o tema. http://bit.ly/boeJag

  39. Flavio Gomes disse:

    RT @ivancapelli: Acredite ou não, o Blog do Capelli está de volta. O retorno da Pirelli é o tema. http://bit.ly/boeJag

  40. Capelli disse:

    Acredite ou não, o Blog do Capelli está de volta. O retorno da Pirelli é o tema. http://bit.ly/boeJag

  41. Bem-vinda, Pirelli!: Na semana que passou, as equipes de Fórmula 1 ficaram em Abu Dhabi para iniciar os testes d… http://bit.ly/datlYm

  42. Finalmente uma marca de pneu que o Massa vai saber pronunciar! E com a qual ele parece estar se entendendo melhor…

  43. Al Unser Jr. disse:

    Caral… Capelli, quase deletei dos favoritos o site! Pensei que não iria atualizar mais, tá com raiva já daquela manchete do Gp da Turquia kkk.

    Bom retorno.

    Sds Tricolores!

  44. Verde disse:

    Bom te ver de volta, Capelli.

    A fama dos Pirelli durarem mais é referente ao período entre 1981 e 1986. Na verdade, era a única coisa boa a ser dita sobre esse período, já que o desempenho dos pneus era sofrível. No GP de Portugal de 1985, aquele chuvoso, a melhor volta de Nelson Piquet e seu razoável Brabham foi apenas UM DÉCIMO mais rápida que a do OSELLA de Piercarlo Ghinzani. Culpa dos Pirelli, que não rendiam nada na chuva. E nem no seco.

    Na outra passagem, a entre 1989 e 1991, o calcanhar de aquiles era justamente a durabilidade. No mesmo GP dos EUA de 1990, aqueles carros que voaram nos treinos (Minardi de Pierluigi Martini e Dallara de Andrea de Cesaris) perderam rapidamente muito terreno durante a corrida graças aos Pirelli, que tinham como ponto forte a performance em uma única volta em pistas muito travadas, abrasivas ou até mesmo molhadas. Quer dizer, exatamente o oposto do pneu anterior.

    Sendo bem cara de pau, digo que escrevi hoje um texto sobre as passagens da Pirelli na Fórmula 1 e sobre as duas experiências de Michael Schumacher com ela. Aliás, pediria encarecidamente e caradepaumente uma aparição no seu ilustre blogroll, heh.

    Abraço!

  45. Ricardo Rocha disse:

    Bem-vindo, Capelli!

    Senti muita falta dos seus posts. Não é o mesmo ler o WarmUp! e um post no blog, nessa era de informação veloz e instantânea.

    abraços,

  46. Vitor disse:

    Bem vindo de volta, Capelli!
    Mas a música é do Sérgio Endrigo, que também foi cantada pelo Jimmy Fontana!
    Mas a versão da propaganda é a original.

    Abraço! E bom retorno!

  47. Bem vindo, Capelli!

    Seria muito legal ver de novo na Fórmula 1 a Guerra dos Pneus, é uma variável a mais nas corridas. Vi alguém usar essas palavras em algum lugar, não lembro quem, mas se o autor me permitir vou parafraseá-lo-ei.

    Legal o retorno da Pirelli, mas pena que no lugar de outra fornecedora.

    Retomando o pergunte ao Capelli, as vitórias de Piquet em 1990 não foram também com pneus Pirelli?

    Grande abraço e toque o blog adiante que acompanhá-lo-ei! (Espero que os corretores da Cásper Líbero gostem da minha redação, acho que escrevo bonito, pelo menos).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>